domingo, 5 de dezembro de 2010

Adolescência retardatária ou precoce? - "Eu já traí Jesus várias vezes"

   
Eu tinha 14 anos. Nunca esqueço! Foi a primeira vez que eu enforquei o palhaço.  Estávamos no banheiro: eu, eu mesmo....e...eu de novo. Pois é! Um abraço aos retardatários de plantão. Ou seja, um abraço a ninguém. Ninguém é tão anta a ponto de esperar fazer 14 anos para caprichar a primeira.  Parecia que eu ia morrer. Tudo rodou e eu dei vontade de virar o tarzan; a chita; sei lá! Eu estava desesperado. (Na noite anterior eu tinha sonhado com a Hebe de calcinha e tinha acordado todo melado. Não por causa da Hebe; por causa da calcinha. Tudo bem, foi por causa da Hebe. Mais até hoje eu nunca contei pra ninguém).Quando eu cheguei no ponto da vomitada do pirú, e me dei conta do que havia aconticido, bateu o peso do pecado que eu havia cometido contra o meu corpo - coisas da minha doutrina. Parecia que eu havia esporrado direto na cruz de Cristo. "Eu havia traído Jesus". Pra completar o peso de consciência, quando olhei para os países baixos: Uau! Que susto! O inchaço que aquilo tinha provocado me fazia se sentir um cavalo. Fui tomado pelo medo de nunca voltar ao normal. Saí pela casa a procurar o meu irmãzinho mais novo. Ele assistia tv na sala: _Maninho, nunca faça a besteira que eu fiz. Isso faz um tremendo mal. E pior! Você estará traindo Jesus. E ele me disse: _Se preocupa não. Depois volta ao normal. "Eu já traí Jesus várias vezes". Nossa! Eu me senti uma anta. O meu maninho tinha 11 anos.
 (Se você se divertiu com esta postagem, deixe-me o seu comentário. Em seguida eu, Obede Simão, deixarei um comentário sobre o seu comentário) Obrigado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário