terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Meus apelidos até a adolescência.


É mais trágico do que cômico. Mais não vai doer em vocês. É bom rir da desgraça dos outros. RsRsRs! "Cuscuz de fumo" - nem precisa dizer porque. Eu era o mais escurinho da família, o "negão". "Picolé de asfalto", "Picolé de piche", "Picolé de açaí", "fumo de rolo". Esses eram meus apelidos entre algumas pessoas da família, e na vizinhança. Na escola, eu não entendi direito porque, e não gosto de falar disso, mais por um tempo: "mendigo". Depois passaram a me chamar de "Capado"-eu tinha sido operado de fimose, havia passado seis meses sem ir à escola, e quando voltei ainda andava com dificuldade, e usava uma saia para evitar o contato da roupa com a cirurgia. Eu andava parecendo Moisés atravessando o mar vermelho levantando a roupa com as pontas dos dedos para não molhar a barra da saia. Era hilário. Um dia, irritado com o apelido, peguei um dos  garotos que me apelidavam pelo braço, e o levei ao banheiro para provar que eu não era capada coisa nenhuma. Me arrependi. Eu tinha tirado os curativos por aqueles dias. Parecia que um jabuti tinha levado metade das minhas partes. Tava quase só o lugar. Eu estava decepcionado. Eu era acostumado com uma coisa maior entre as pernas. Eu quase choro - de pena do garoto. Ele me olhou assustado: Meu Deus! Como é grande! Ele estava falando sério. Coitado dele. Se ele achava o que eu estava mostrando grande, o dele deveria ser só uma verruguinha. Decidi nunca mais mostrar para ninguém. Não entendi porque, mais pararam de me chamar de capado, e passaram a me olhar como quem olhavam para um estranho. E aquele garoto!? Se eu tivesse mostrado pra ele antes da cirurgia, ele teria me achado uma "anta".
 (Se você se divertiu com esta postagem, deixe-me o seu comentário. Em seguida eu, Obede Simão, deixarei um comentário sobre o seu comentário) Obrigado!

3 comentários:

  1. ei tu tá um gato........te amo.nunca esquça de mim.deixa um autografo pra mim por favor.eu amo suas peças teatrais.já tem data pra próxima apresentação?

    ResponderExcluir
  2. gosto mais de negão que é o como eu até hoje te chamo,claro que é um apelido carinhoso.Te desejo todo sucesso,vc merece pelo o que vc é,um amigo,um irmão e um pai como poucos.te amo negão tu sabe né?

    ResponderExcluir
  3. Negão era um dos meus apelidos que eu mais gostava. Se eternizou na boca de alguns que me querem muito bem. Se eternizou na sua boca. Serei sempre o seu "Negão". Também te amo muito. Tu sabe né? E obrigado pelo "Gato"! Você é bondosa. Te darei o autógrafo pessoalmente. Me aguarde!

    ResponderExcluir